A Epic Games chegou a um acordo com o menor de idade acusado de criar e vender cheats de Fortnite. A notícia foi divulgada essa semana pela BBC.

Na sua queixa contra um menor conhecido como CBV, a Epic alegou que ele havia infringido os direitos autorais da empresa “usando, vendendo e traficando software de cheat” para Fortnite. “O software do réu injeta códigos não autorizados no código de Fortnite protegido por direitos autorais pela Epic para permitir que os usuários trapaceiem em Fortnite,” alegou a empresa.

O caso foi arquivado no Tribunal Distrital dos EUA da Divisão Oeste do Distrito Leste da Carolina do Norte.

CBV postou vídeos seus usando os hacks de Fotrtnite em um canal do Youtube. Segundo a Epic, “ele postou os vídeos para demonstrar, divulgar e vender o hack.” Em um vídeo no Youtube CBV diz ter 14 anos de idade.

Não foram divulgadas as condições do acordo. Mas a Epic emitiu um comunicado por e-mail dizendo que “vai atrás de todas as opções disponíveis para garantir que os jogos sejam divertidos, justos e competitivos para os jogadores.”

Comentários