A saída de Ninja da Twitch foi uma grande polêmica. E toda essa história ainda acabou rendendo uma outra polêmica bastante delicada.

O streamer Ninja postou um vídeo nas redes sociais expressando descontentamento pelo fato do Twitch ainda estar usando o seu canal para promover outras transmissões. Incluindo algumas de natureza pornográfica.

Ninja pediu desculpas aos seus seguidores que acidentalmente possam ter se deparado com esses conteúdos ao acessar o seu canal.

Poucas horas depois, a Twitch reverteu o seu canal para o modo offline, como é feito com os canais da plataforma que estão inativos.

Emmett Shear, CEO da Twitch, postou no Twitter um pedido de desculpas. “a nossa comunidade vem ao Twitch em busca de conteúdos ao vivo. Para garantir que eles vão encontrar ótimos canais ao vivo nós estivemos experimentando mostrar conteúdos recomendados por todo Twitch, incluindo nas páginas de streamers que estão offline.”

“Isso ajuda todos os streamers e cria novas conexões na comunidade. Entretanto, o conteúdo lascivo que apareceu no canal offline de Ninja viola os nossos termos de serviço, e nós suspendemos permanentemente a conta em questão. Nós também suspendemos as recomendações enquanto estamos investigando como esse conteúdo conseguiu ser promovido.”

Comentários