Ainda há quem se lembre daquele robozinho amigável, o R.o.b, que apareceu em 1985, juntamente com o NES (Nintendinho, como é conhecido no Brasil) em forma de “acessório de luxo”. A Nintendo, na época, apostou todas as suas fichas no console 8 bits e o sucesso não demorou para decolar. O game foi um sucesso tanto em solo japonês quanto no americano, e o robozinho era o artigo utilizado para alavancar as vendas. Na verdade, R.o.b vinha como parte de um pacote de luxo do vídeo game (diga-se de passagem, uma pequena fortuna), podendo também ser comprado separadamente.

R.o.b Nintendo

Mas o que tinha por trás daquele robô simpático? Muito além de um acessório ou uma carinha engraçada, R.o.b – ou o “seu amigo”, como a Nintendo gostava de dizer – foi criado para ser um parceiro para todas as horas de jogatina, um companheiro para chamar de seu e invocar a qualquer momento. Um amigo para ser o player 2, que não incomoda e não pede para dormir na sua casa. Era tudo os que os pais da época queriam, o “amigo” que só gastava pilhas e divertia a criançada.

Com essa ideia maravilhosa em mente, a Nintendo criou um videogame de sucesso e ainda um robô para jogar com você, mas as coisas não aconteceram como a empresa esperava. O robô foi lançado e todos foram comprar aqueles incríveis jogos que a Nintendo lançou para jogar junto com o seu novo amigo. R.o.b era incrível, fazia as leituras da tela com as câmeras localizadas em seus olhos e aí realizava um movimento.

Uma pena que, para essa ação, ele demorava em torno de 5 minutos. Imagine esperar por todo esse tempo o comando do robô, até que ele fizesse um movimento e te liberasse do labirinto no jogo Gyromite, por exemplo. É de fazer qualquer um perder a paciência. No papel, R.o.b era maravilhoso, mas na prática não deu muito certo. A Nintendo viu que a ideia era boa, mas não tinha a tecnologia para dar certo e logo retirou os anúncios na tv e parou de fabricar o acessório.

r.o.b Gyromite

(Gyromite, jogo que usava o R.o.b)

A reaparição de R.o.b

R.o.b foi um acessório que não deu certo, mas com o passar do tempo a Nintendo percebeu que poderia transformá-lo em um personagem, e criou o amiibo do robozinho. Foi lançado em 2 versões. O modelo japonês vinha nas cores vermelho e branco (uma referência à bandeira japonesa) e o modelo americano era na cor cinza do console. Ele era jogável tanto no Super Smash Bros quanto no Mario Kart DS.

r.o.b Super Smash Bros
r.o.b Mario Kart DS

Depois desses dois jogos, R.o.b foi mandado de volta para o baú, até sua volta triunfal. No último jogo do Smash Bros Ultimate, lançado para Switch, voltamos a ter o R.o.b como personagem jogável, como você pode ver no vídeo abaixo:

O cobiçado

Nos dias de hoje, R.o.b é um artigo de luxo entre os colecionadores, não por se tratar de um acessório que cria uma diversão sensacional, mas sim como um pedaço da história da Nintendo, mesmo que não seja uma história de sucesso.

r.o.b nintendo

 Se o robozinho fosse lançado com os recursos que temos hoje, será que faria sucesso? E você, gostaria de ter um? Deixe sua opinião nos comentários!

Olá! Meu nome é Herbert Andre Melo, mais conhecido como Cabeção, Herbits ou como você preferir me chamar. Sou um criador de memes, matérias engraçadas e conteúdo audiovisual. Você pode me acompanhar nas redes sociais ou por aqui mesmo no Criabits!
Comentários